10 Fatos Sobre o Curso E A Carreira De Jornalismo

03 May 2019 04:54
Tags

Back to list of posts

<h1>Dez Dados Sobre o Curso E A Carreira De Jornalismo</h1>

<p>Pela lata de lixo: como impedir que os recrutadores joguem fora o seu curr&iacute;culo? S&atilde;o Pedro Pergunta A Alice A Verdade - O curr&iacute;culo &eacute; o primeiro contato do empregador com o candidato. Se h&aacute; problemas com esse documento b&aacute;sico, mesmo um &oacute;timo profissional podes ser desqualificado pra uma entrevista. Com a ajuda de especialistas em RH, listamos alguns equ&iacute;vocos frequentes em CVs que espantam os recrutadores.</p>

<p>A car&ecirc;ncia de informa&ccedil;&otilde;es valiosas como idade, contatos ou endere&ccedil;o residencial no CV pode atrapalhar um candidato. “Se n&atilde;o portar logo de cara dados b&aacute;sicos a respeito do candidato, &eacute; poss&iacute;vel que o recrutador passe logo para o pr&oacute;ximo”, reitera Ricardo Karpat, diretor da G&aacute;bor RH. Incluir sugest&otilde;es al&eacute;m da medida sobre isto voc&ecirc; &eacute; t&atilde;o desagrad&aacute;vel quanto mostrar poucas. “&Eacute; inteiramente dispens&aacute;vel exibir no curr&iacute;culo n&uacute;meros de Como Come&ccedil;ar A Entender Para Concurso? como CPF e RG”, diz Erica Isomura, especialista em RH no Vagas Tecnologia.</p>

<p>Tua foto pessoal tamb&eacute;m &eacute; dispens&aacute;vel, com raras exce&ccedil;&otilde;es. Pela especifica&ccedil;&atilde;o das experi&ecirc;ncias profissionais, &eacute; essencial n&atilde;o deixar nenhum per&iacute;odo descoberto. “Por modelo, se voc&ecirc; escreve que trabalhou em uma organiza&ccedil;&atilde;o de 2000 a 2002, e s&oacute; menciona o pr&oacute;ximo elo empregat&iacute;cio em 2006, o recrutador vai se perguntar o que aconteceu nesses 4 anos da tua vida”, diz Karpat.</p>

<ul>

<li>Frequente pesquisa por excel&ecirc;ncia</li>

<li>FPT - Tecnologia da Informa&ccedil;&atilde;o Aplicada &agrave; Carreira: Vagas De Emprego, Not�cias E Sugest&otilde;es </li>

certificado%2Bcorel%2BSD.jpg

<li>Qoobo: o rob&ocirc; em modelo de almofada</li>

<li>18 Convite para participa&ccedil;&atilde;o no Wikipedia Asian Month</li>

</ul>

<p>Digitar no curr&iacute;culo que voc&ecirc; fala ingl&ecirc;s fluentemente se o seu n&iacute;vel &eacute; intermedi&aacute;rio, tendo como exemplo, &eacute; um tiro no p&eacute;. De acordo com Paulo Dias, diretor da unidade de recrutamento e sele&ccedil;&atilde;o da Mariaca, transpar&ecirc;ncia &eacute; essencial. “Se voc&ecirc; mentir no curr&iacute;culo, ser&aacute; desmascarado pela entrevista, e ser&aacute; muito pior”, explica.</p>

<p>Os tr&ecirc;s especialistas ouvidos foram un&acirc;nimes e enf&aacute;ticos sobre a impress&atilde;o negativa causada por um curr&iacute;culo escrito fora da norma culta da l&iacute;ngua. O mesmo vale para problemas de digita&ccedil;&atilde;o. “N&atilde;o basta passar o corretor ortogr&aacute;fico, &eacute; preciso revisar atentamente os textos que voc&ecirc; escreve”, alerta Erica Isomura, do Vagas Tecnologia.</p>

<p>Para um candidato em come&ccedil;o de carreira, uma p&aacute;gina &eacute; suficiente para o CV. No caso de profissionais mais experientes, o limite pode ser de duas a tr&ecirc;s p&aacute;ginas, na avalia&ccedil;&atilde;o de Paulo Dias, da Mariaca. “Curr&iacute;culos muito longos e prolixos dificultam a localiza&ccedil;&atilde;o de informa&ccedil;&otilde;es importantes”, explica. N&atilde;o &eacute; recomend&aacute;vel usar qualifica&ccedil;&otilde;es elogiosas a tua maneira de ser no curr&iacute;culo. “Gabar-se sobre o qu&atilde;o ousado voc&ecirc; &eacute; pode at&eacute; irritar o recrutador”, diz Dias.</p>

<p>O melhor &eacute; deixar esse julgamento para que pessoas vai entrevistar voc&ecirc;. Ainda deste jeito, vale usar adjetivos mais concretos, como “s&oacute;lida experi&ecirc;ncia” ou “intenso contato com a atividade X” pela sinopse de qualifica&ccedil;&otilde;es. Para a esmagadora maioria dos profissionais, o texto do CV tem que vir em refer&ecirc;ncias cl&aacute;ssicas como Times New Roman e Arial, em tamanho leg&iacute;vel e em cor preta. Utilizar negrito, it&aacute;lico ou sublinhado tamb&eacute;m &eacute; permitido.</p>

<p>“Para cores, no m&aacute;ximo uma, e de prefer&ecirc;ncia s&oacute;bria, como cinza ou azul”, explica Karpat, da G&aacute;bor RH. A exce&ccedil;&atilde;o existe pra designers e outros profissionais ligados a constitui&ccedil;&atilde;o e arte. “CVs mal traduzidos deixam uma p&eacute;ssima impress&atilde;o no recrutador”, confessa Paulo Dias, da Mariaca. Segundo ele, utilizar ferramentas como o Google Tradutor, a t&iacute;tulo de exemplo, transmite desinteresse ou aus&ecirc;ncia de dom&iacute;nio da l&iacute;ngua estrangeira. “&Agrave;s vezes recebemos curr&iacute;culos que n&atilde;o evidenciam o grau de experi&ecirc;ncia, o intuito e nem sequer a &aacute;rea em que o candidato pretende trabalhar”, conta Guia Do Estudante , do Vagas.</p>

<p>Outro erro comum &eacute; ser vago na descri&ccedil;&atilde;o das suas experi&ecirc;ncias ou n&atilde;o mencionar todos os cargos ocupados em cada passagem profissional. S&atilde;o Paulo - Um curr&iacute;culo bem feito podes ser o passaporte pra entrevista de emprego e, quem sabe, pra nova chance profissional. No momento em que mal elaborado, a sina poder&aacute; ser oposta a este caso. Baixe modelos atualizados aqui. Dos modelos selecionados, h&aacute; formatos pra todos os gostos: desde exemplos que focam nas habilidades at&eacute; modelos para profissionais que seguiram carreira acad&ecirc;mica. &Eacute; s&oacute; atribuir as informa&ccedil;&otilde;es de cada imagem, baixar o padr&atilde;o, ajustar ao seu contexto e completar com suas sugest&otilde;es.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License